Tango e cultura porteña

Ah, o Tango… música e dança passionais… amor, traição, abandono… o tango traduz uma conexão fantástica entre o casal na dança.

Carlos Gardel nasceu em Toulouse, na Francês (calma, este post é de espanhol!), e segundo ele, “nasci em Buenos Aires aos dois anos e meio”.

Seu compositor era Alfredo Le Pera, um paulistano (?) descendente de italianos (?). Mas que mistura de idiomas e nacionalidades!

Vamos mostrar um vídeo com uma música de um dos maiores sucessos de Gardel e Le Pera, “Por una Cabeza“, no filme “Perfume de Mulher“, e a letra segue abaixo.  Querem a tradução? Basta pedirem pelo e-mail espanol@projetoidiomas.com.

Cultura: Gardel e Le Pera compararam o amor às mulheres ao vício da corrida de cavalos. Apostas, sorte, azar, escolhas erradas, dinheiro. Falamos aqui de Buenos Aires em 1935, quando as corridas de cavalo eram uma grande diversão “porteña”.

Filme: Al Pacino interpreta um cego, que conhece uma moça em um restaurante, e chama-a para dançar. A moça está receosa tanto pelo fato do tango ser uma dança difícil, como pela cegueira do acompanhante.

  • O resultado é uma dança linda e memorável!

Por una cabeza, de un noble potrillo
Que justo en la raya, afloja al llegar
Y que al regresar, parece decir
No olvides, hermano
Vos sabes, no hay que jugar
Por una cabeza, metejón de un día
De aquella coqueta y risueña mujer
Que al jurar sonriendo el amor que está mintiendo
Quema en una hoguera
Todo mi querer
Por una cabeza, todas las locuras
Su boca que besa
Borra la tristeza
Calma la amargura
Por una cabeza
Si ella me olvida
Qué importa perderme
Mil veces la vida
Para qué vivir
Cuántos desengaños, por una cabeza
Yo juré mil veces no vuelvo a insistir
Pero si un mirar me hiere al pasar
Su boca de fuego
Otra vez quiero besar
Basta de carreras, se acabo la timba
Un final reñido ya no vuelvo a ver
Pero si algún pingo llega a ser fija el domingo
Yo me juego entero
Qué le voy a hacer
Por una cabeza, todas las locuras
Su boca que besa
Borra la tristeza
Calma la amargura
Por una cabeza
Si ella me olvida
Qué importa perderme
Mil veces la vida
Para qué vivir.

French Kiss – beijo francês

Não, não vamos dar uma aula de beijo francês com título em inglês.

Vamos curtir uma musiquinha do Black Emo?

A letra está aí embaixo! Bom divertimento! Ah, se quiserem a tradução, é só pedirem! francais@projetoidiomas.com.

Trop de fierté pour avouer
Les sentiments, il faut pas jouer
Les sentiments, ils te font douter
Arrête de dire qu’ils te dégouttent
Oh, ma copine, ma copine résonne-toi, arrête tes sottises
T’es sous ‘tise, t’es sous ‘tise
Pour parler d’amour: pas besoin de sous-titres
J’te vois, tu soupires, tu soupires
Laisse-le partir, je suis là au pire
Ba ouais, ton cœur est brisé
Toutes les femmes te disent: c’est l’homme le fautif
Je l’aime à la folie, un peu beaucoup, passionnément
Pas du tout, pas du tout
Je l’aime à la folie, un peu beaucoup, passionnément
Pas du tout, pas du tout
French Kiss
Je l’aime à la folie; French Kiss
Je l’aime un peu, beaucoup; French Kiss
Je l’aime passionnément; French Kiss
Pas du tout
Tu t’es fait complètement envouté
Regarde maintenant ce que ça t’as coûté
Y’a certaines choses qu’il ne faut pas goûter
Arrête de dire qu’elle te dégoûte
Mon gava, mon gava, tes frérots sont là, t’inquiètes pas, ça va
Comment ça? Comment ça?
Oublie-la, tu peux tout recommencer
Une de perdue, dix de retrouvées
Toi tu veux retrouver celle que t’as perdue
Ba ouais, ton coeur est brisé
Tous les hommes ne font que dramatiser
Je l’aime à la folie, un peu beaucoup, passionnément
Pas du tout, pas du tout
Je l’aime à la folie, un peu beaucoup, passionnément
Pas du tout, pas du tout
French Kiss
Je l’aime à la folie; French Kiss
Je l’aime un peu, beaucoup; French Kiss
Je l’aime passionnément; French Kiss
Pas du tout
Tu n’es jamais sûr de toi
Tu sais pas ce que tu veux, toi
Tu le veux sous le même toit
Tu la veux sous le même toit
En amour, ‘suffit pas d’y croire
Tu vis dans le doute et l’espoir
Quand t’es seul face à ton mirroir
Tu te refais l’histoire
Mais tu l’aimes (tu l’aimes, tu l’aimes)
Hein, tu l’aimes (tu l’aimes, tu l’aimes)
Je l’aime à la folie, un peu beaucoup, passionnément, pas du tout, pas du tout
Je l’aime à la folie, un peu beaucoup, passionnément, pas du tout, pas du tout
French Kiss
Je l’aime à la folie; French Kiss
Je l’aime un peu, beaucoup; French Kiss
Je l’aime passionnément; French Kiss
Pas du tout
French Kiss
French Kiss
French Kiss
French Kiss
French Kiss

 

Vídeo divertido de Francês

Quando eu estudei francês instrumental (francês voltado para a tradução), tive a sorte de ter uma professora extremamente culta e divertida.

Ela apresentou um vídeo em aula sobre clichês da França, e apresento-o a vocês. Vão adorar! Segue o link. Está no youtube!

Ah, “cliché” é uma palavra francesa!

Em total respeito aos direitos autorais, transcrevemos aqui as informações do vídeo:

"Esse vídeo foi objeto de trabalho do curso de francês, nível iniciante 1 do Projeto Quintas do Saber, segundo semestre 2011, coordenado pela professora Karina Fernandes. 

A turma, após ver o vídeo, discutir a sua temática e os pensamentos sobre os franceses, trabalhou em uma tradução coletiva para a legendagem. Detacamos que não estamos de acordo com os esteriótipos como elementos de verdade absoluta para a representação de um povo ou uma cultura, mas, compartilhamos a ideia de que é necessário conscientizar e nos conscientizar de algumas formas de pensar, as quais de tanto imbricadas, as vezes sequer percebemos. 

Sem julgamentos de correto e/ou incorreto, o outro objetivo proposto foi elaborar um material a fim de compartilhá-lo com amigos e familiares, que ainda não falam francês, mas, que serão agraciados com este singelo, porém muito dedicado, atividade do curso de francês. Para nós, um verdadeiro Souvenir. 

Para conhecer e compreender melhor la elaboração deste vídeo: http://www.cedric-villain.info/cliche... 

Merci en avance, professeur Karina Fernandes".

 

PLURAL NO ITALIANO

O plural no idioma italiano tem a formação completamente diferente dos outros idiomas (português, inglês, espanhol, francês).

Como no português, a maioria das palavras terminadas em “o” são masculinas, e a maioria das palavras terminadas em “a” são femininas.

  1. O plural masculino forma-se com a letra “i” no final.
  2. O plural feminino forma-se com a letra “e” no final.

Assim, “ragazzo” (rapaz) torna-se “ragazzi” (rapazes), e “donna” (mulher) torna-se “donne“.

Então, o nosso querido “spaghetti” quer dizer “pequenos barbantes” ou “barbantinhos”!!!!

Em outro post, falaremos sobre as exceções.

ARRIVERDECI!

GRAMÁTICA INTERNALIZADA – APRENDER O SEGUNDO IDIOMA

Você já ouviu falar em “gramática internalizada”?
Diversos estudiosos, há séculos, estudam métodos de ensino e aprendizagem de idiomas, e chegou-se à conclusão da existência de um mecanismo comum aos seres humanos, chamado “gramática internalizada”.

A gramática internalizada pode ser definida, de forma simples, como o conjunto das regras que um falante de um idioma domina. Consiste no conhecimento das palavras e das normas de uso que o falante possui, relativo àquela língua.

Com esta gramática internalizada (que é um mecanismo inato – nasce com todos os seres humanos), o falante entende e produz frases em sua língua. Como ele faz isso? Com o contato e convivência com sua família, escolinha, sociedade e comunidade. O mecanismo é interno – o aprendizado depende do ambiente.

Desta forma, uma criança pequena consegue muito bem aprender uma língua estrangeira (LE) usando a base gramatical de sua língua nativa (L1). graças ao convívio com os falantes de sua língua nativa (L1).

Se uma criança pode aprender, e você? PORQUE VOCÊ NÃO COMEÇA JÁ A FAZER UM CURSO DE IDIOMAS?

Procure as opções oferecidas pela Projeto Idiomas!